Alguns vídeos originados de palestras, cursos e aulas proferidas pelo Professor José Miguel.

QUERO SER UM CONSULTOR E SABER PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO


QUER APRENDER ESTRATÉGIA TRIBUTÁRIA E MUITOS SEGREDOS DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO, SEM SAIR DE CASA?

APROVEITE O SUPER DESCONTO ESPECIAL DE 65%, ELE SERÁ SÓ PELOS PRÓXIMOS 30 DIAS!

Conheça o Programa do curso OS GRANDES SEGREDOS DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO: CASOS PRÁTICOS COM FOCO EM ESTRATÉGIA ADMINISTRATIVA TRIBUTÁRIA ele é um curso online de Planejamento Tributário ideal para quem quer aprender a estratégia tributária com foco na estrutura operacional das empresas e não em Teses ou interpretações da Lei, mas apesar de ter base e conhecimentos tributários não tem nenhuma noção em prática estratégica administrativa tributária. No curso são mostradas técnicas para raciocínio prático de estruturas tributárias, entendimento das comparações dos regimes e opções tributárias, as vantagens e desvantagens financeiras entre cada possibilidade tributária, o planejamento tributário em grupos empresariais e empresas individuais, planejamento estratégico na aquisição de ativos, como otimizar sua estrutura financeira com a escala temporal de compras e vendas, etc. Vamos trabalhar com a prática e cenários de maneira simples e direta que mostram que é possível aprender o Planejamento Estratégico Tributário seguindo um método de raciocínio lógico e praticando.

CONHEÇA NOSSO CURSO AGORA ATRAVÉS DAS AULAS GRATUITAS CLICANDO NO LINK ABAIXO.

Mas antes saiba que além de todo o Conteúdo do Curso, Você Ainda Recebe Bônus Exclusivos e Totalmente Gratuitos:

• Contato com o Professor José Miguel sobre assuntos das aulas ministradas
• Acesso completo a um dos mais bem conceituados cursos de Excel do brasil, com mais de 160 aulas
• Download de todas as planilhas prontas que foram utilizadas e montadas durante o curso
• Bônus de 25% de descontos em todos os outros cursos presenciais do Professor José Miguel
• Acesso gratuito ao curso em vídeo de Retenções Tributárias na Fonte do Professor José Miguel

E também, não deixe de Conferir alguns depoimentos de profissionais que fizeram o curso, além das quatro aulas disponibilizadas, clicando no link abaixo.

Conheça o curso assistindo a quatro aulas totalmente gratuitas clicando no link a seguir:
http://professorjosemiguel.kpages.online/nova-pagina-343106

E se quer mais conteúdo tributário totalmente gratuito? Inscreva-se no canal:
www.youtube.com/c/JoséMiguelRodriguesdaSilva

Um abraço e te vejo nas aulas.
Prof. José Miguel Rodrigues da Silva









AI ESTÁ um exemplo de quando o SIMPLES NACIONAL não é vantajoso FINANCEIRAMENTE? (Vídeo 2 de 2)


Neste segundo vídeo, você vai ver na prática dos cálculos, em termos financeiros o SIMPLES NACIONAL não é mais vantajoso que o Lucro Presumido em diversas situações. Esse fato surpreende muitos empresários e até profissionais do setor tributário e contábil por diversos motivos, entretanto, para você ter uma maior compreensão do assunto, o Prof. José Miguel Rodrigues da Silva apresenta esse assunto em dois vídeos.

Esse é o segundo vídeo vídeo.

Aproveite!

Caso tenha mais interesse em Planejamento estratégico tributário,
acesse:

site:
www.professorjosemiguel.com.br

Yutube: (cadastre-se no canal para receber nossos vídeos)
www.youtube.com/c/JoséMiguelRodriguesdaSilva

Se tem interesse em um bom curso de tributária:
http://professorjosemiguel.kpages.online/nova-pagina-343106









Gastos de Informática dos Tabeliões no NOVO REGULAMENTO DO IMPOSTO DE RENDA - Art. 70


Em uma série de vídeos a respeito das inclusões e alterações do NOVO REGULAMENTO DO IMPOSTO DE RENDA, falamos neste especificamente do artigo 29º.

Não perca o próximo vídeo.

Até lá.

Yutube: (cadastre-se no canal para receber nossos vídeos)
www.youtube.com/c/JoséMiguelRodriguesdaSilva

Se tem interesse em um bom curso de tributária:
http://professorjosemiguel.kpages.online/nova-pagina-343106









NOVO REGULAMENTO DO IMPOSTO DE RENDA


Se quiser acompanhar a nova série de vídeos sobre o NOVO REGULAMENTO DO IMPOSTO DE RENDA, acesse:



Site:

http://www.professorjosemiguel.com.br/videos.php


Yutube:

https://www.youtube.com/channel/UCqY76vUGjwQalGC-lQ-1jkQ


Fanpage

https://www.facebook.com/professorjosemiguel


Instagram

https://www.instagram.com/josemiguelrodriguessilva/









Um pouco de RETENÇÕES TRIBUTÁRIAS NA FONTE


Comentários as retenções tributárias na fonte - Vídeo 1 de 107.









IRRF - Imposto de Renda Retino na Fonte - FATO GERADOR


Neste 11º Vídeo de uma serie de 107 vídeos sobre Retenções Tributárias na Fonte, abordamos o FATO GERADOR DO IRRF.









Contribuições Sociais Retidas na Fonte - Quando ocorre a obrigação da retenção?


Neste 2º vídeo de uma série de 107, abordamos quando surge a obrigação da retenção na fonte das obrigações sociais (PIS/COFINS/CSLL) em relação ao Regime financeiro das retenções referentes as Contribuições Sociais.









ISS - Retido na Fonte - A que Município pertence o ISS?


Este é o 52º Vídeo de uma série de 107 sobre retenções tributárias na fonte. Neste vídeo você vai aprender a que município pertence o ISS quando Tomador e Prestador dos serviços forem de municípios diferentes.









ISS - Retido na fonte. O ISS pertence a quem quando a Prestação de serviços é sem domicilio?


Este é o 53º Vídeo de uma série de 107 sobre retenções tributárias na fonte. Nesta Vídeo aula você vai aprender a quem pertence o ISS quando a prestação de serviços é sem domicílio.









ISS retido na fonte - Retenção de empresas inseridas no SIMPLES NACIONAL


Este é o 81º vídeo de uma série de 107. Nele você vai aprender se as empresas inseridas no SIMPLES NACIONAL sofrem a retenção e como devem proceder em relação a retenção na fonte do ISS.

Boa aula!









Imposto de Renda Retido na Fonte - Quais serviços Profissionais sofrem a retenção na Fonte Pagadora?


Neste 15º Vídeo de uma série de 107, você vai saber quais são os serviços considerados como Serviços Profissionais que devem sofrer a incidência do Imposto de Renda Retido na Fonte.

Boa aula!









Como é e o que é a Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário.


Uma pequena explicação do que é a Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário. Se você é Consultor Empresaria, advogado, administrador, contador ou tem interesse no assunto da estratégia empresarial e tributária, veja os vídeos que disponibilizo abaixo e logo depois os links que coloquei.

Você quer saber como é a estratégia tributária de operar com MIX de mercadorias que visa economia financeira? Veja a aula do link a seguir:

https://youtu.be/T8yCxDIWIx8

A Estratégia em OPERAR COM O ICMS entre os departamentos de compra e venda é fundamental para se ter uma grande economia financeira. Veja como no link a seguir:

https://youtu.be/LRuxD5xoPWk

Gostou do conteúdo acima? Então não deixe de ver o que te passo a seguir:

http://www.professorjosemiguel.com.br/

https://www.facebook.com/professorjos...

https://www.youtube.com/channel/UCqY7...

https://www.instagram.com/josemiguelr...

https://www.linkedin.com/in/jos%C3%A9...


Espero que tenha gostado e até a próxima!

Abs
José Miguel Rodrigues da Silva









NEM SEMPRE O SIMPLES NACIONAL É FINANCEIRAMENTE MAIS VANTAJOSO


Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









A OPÇÃO PELO simples nacional é opcional, é automática é obrigatória?


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









A opção pelo SIMPLES NACIONAL É AUTOMÁTICA?


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









O mínimo que você tem que saber sobre as tabelas do SIMPLES NACIONAL?


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Qual a diferença entre a Tabela III e a Tabela IV do SIMPLES NACIONAL?


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Não é toda a empresa que pode distribuir Lucros isentos de tributação no SIMPLES NACIONAL


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Toda empresa em funcionamento é obrigada ao pagamento do pró-labore.


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Cuidado! Sua empresa pode ser fiscalizada, saiba o motivo.


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Nem todas as ações da empresa estão amparadas pelo SIMPLES NACIONAL.


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









O que acontece se optante pelo SIMPLES NACIONAL tiver compra ou venda de mercadorias sem Nota Fiscal


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









O Diferencial de Alíquota do ICMS não está abrangido no Simples Nacional


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Cuidado necessário na opção pelo REGIME DE CAIXA no SIMPLES NACIONAL


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Quais são os fatores de exclusão do SIMPLES NACIONAL - LIMITE DE GASTOS


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Como foi o Workshop sobre a gestão do setor de beleza após a Lei da Parceria


Evento na Universidade Mackenzie Rio no dia 29/10/18 sobre as novas tendências para a gestão do setor de Salões de Beleza após a Lei da Parceria









A opção pelo SIMPLES NACIONAL É AUTOMÁTICA?


O mínimo que o empresário deve saber sobre o SIMPLES NACIONAL.

Uma série de vídeos do Consultor, Contador e Professor José Miguel Rodrigues da Silva. Especialista no assunto, palestrante e professor de diversas instituições entre elas Conselho Regional de Contabilidade do RJ, Conselho Regional de Medicina do RJ, Conselho Regional de Odontologia, Associação Brasileira de Restaurantes, FECOMERCIO/RJ, Sindicato Patronal de Salões de Beleza do RJ, UERJ, IAG/PUC, IBMEC, entre diversas outras.









Palestra sobre Administração Tributária voltada para o PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO Para o GDT no IBMEC


Palestra do Consultor, Professor e Empresário Contábil proferida para os Associados do GDT - Grupo de Discussões Tributárias na Universidade IBMEC/RJ









Vídeo 5 de 5 - PALESTRA sobre Adm Tribut Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


- Planejamento Tributário sobre aquisição de ativos

Palestra sobre Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário, proferida no 1º CONAPROCONT em 2015. Vídeo 5 de 5









Vídeo 3 de 5 - PALESTRA sobre Adm Tribut Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


- Resultado financeiro na conversão da tributação de ICMS para ISS.
- O que comprova o fato gerador dos tributos na prática e qual é o principal instrumento que pode alterar, retardar ou eliminar a incidência dos tributos.

Palestra sobre Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário, proferida no 1º CONAPROCONT em 2015. Vídeo 3 de 5









Vídeo 2 de 5 - PALESTRA SOBRE Adm Tribut Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


- Veja como é um mapa de simulação tributária que apresenta a comparação entre as opções tributárias
- Qual é o real desembolso financeiro sobre as retenções tributárias das contribuições sociais.

Palestra sobre Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário, proferida no 1º CONAPROCONT EM 2015. Vídeo 2 de 5









Vídeo 1 de 5 Administração Tributaria Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


Saiba quais são os fundamentos básicos da ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA TRIBUTÁRIA VOLTADA PARA O PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO

Palestra sobre Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário, proferida no 1º CONAPROCONT em 2015. Vídeo 1 de 5









Planejamento Tributário - OPERAR COM O ICMS entre os departamentos de compra e venda


Veja o que é OPERAR COM O ICMS entre os departamentos de compra e venda e surpreenda-se com o valor financeiro economizado. Esse é um PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO, embora fácil, possui um retorno financeiro enorme!









11 - A Receita é proveniente do que a Lei determina


A Lei da parceria entre salões e profissionais de beleza traz profundas alterações na relação tradicional entre empresários e profissionais. As regras legais impõem uma relação determinada a ponto da própria Lei impor a procedência da receita do salão e profissional parceiros. É justamente nesse assunto que este vídeo do Consultor José Miguel Rodrigues da Silva se concentra. Não perca!

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









13 MEI tem obrigação em ter Escrita Contábil


Neste vídeo tentamos quebrar um paradigma, pois, no mercado é comum a afirmação de que o MEI (Micro empreendedor Individual) não necessita de escrita contábil. Por isso, veja o vídeo atentamente até o fim. A Lei da parceria entre salões e profissionais de beleza traz profundas alterações na relação tradicional entre empresários e profissionais. As regras legais impõem uma relação determinada a ponto da própria Lei impor a procedência da receita do salão e profissional parceiros. É justamente nesse assunto que este vídeo do Consultor José Miguel Rodrigues da Silva se concentra. Não perca!

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









10 - Saiba que a Lei determinou quem é o responsável tributário da Parceria


Muito se fala no setor de beleza sobre a Lei da Parceria entre Salões e Profissionais de beleza. Mas, um dos itens mais importantes é que a Lei determinou quem é o responsável tributário na relação da Parceria. Você sabe de quem é? Para responder a essa importante pergunta a Beauty Company Contábil buscou um dos especialistas mais renomados desse assunto, não perca!

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









12 - O Profissional Parceiro está proibido de administrar o salão.


A relação da Parceria entre empresário dono do salão e o profissional de beleza deve obedecer a legislação, isso inclusive, quando não observado, em certos casos, pode excluir o Salão de Beleza da Parceria. Um desses pontos é a proibição do Profissional Parceiro administrar o Salão Parceiro. É justamente nesse ponto que este vídeo se concentra. Evite multas e penalidades e saiba um pouco mais sobre esse assunto.

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









9 - Você pode ser excluído da relação da Parceria.


A relação da Parceria entre empresário dono do salão e o profissional de beleza tem como pilar de sustentação o Contrato de Parceria, entretanto, boa parte, se não, a maioria deles está firmado com equívocos que o tornam sem efeito. É justamente nesse ponto que este vídeo se concentra. Evite multas e penalidades e saiba um pouco mais sobre esse assunto.

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









8 - CUIDADO! A Lei é que determina quem deve ser responsável pelo CONTROLE FINANCEIRO na parceria.


A Lei da parceria entre salões e profissionais de beleza traz profundas alterações na relação tradicional entre empresários e profissionais. As regras legais impõem uma relação determinada a ponto da própria Lei impor quem é o responsável pelo controle financeiro nessa relação. É justamente nesse assunto que este vídeo do Consultor José Miguel Rodrigues da Silva se concentra. Não perca!

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









7- O mínimo do mínimo que o dono de Salão de Beleza tem que saber na parte comercial administrativa.


Ser dono de Salão de Beleza parece atrativo e glamuroso, mas na realidade não é simples. Muitos empresários novos acabam descobrindo penosamente que a rentabilidade de um salão de beleza não está ligado a prestação dos serviços de maior preço como parece. É justamente nesse ponto que o Especialista José Miguel Rodrigues da Silva fala rapidamente.

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









6 - A Lei DETERMINA como você é obrigado a chamar seu parceiro.


A Lei da parceria entre salões e profissionais de beleza traz profundas alterações na relação tradicional entre empresários e profissionais. As mudanças vão a ponto de termos a determinante legal de como ambos devem chamar um ao outro. É justamente nesse assunto que este vídeo do Consultor José Miguel Rodrigues da Silva se concentra. Não perca!

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









4 - Não é qualquer profissão que pode firmar Contrato de Parceria com Salão de Beleza.


Um dos grandes limitadores da Lei da parceria entre salões e profissionais de beleza na relação tradicional entre empresários e profissionais é a determinante de quais profissões tem autorização de firmar contratos de Parceria, por isso, cuidado! É justamente nesse assunto que este vídeo do Consultor José Miguel Rodrigues da Silva se concentra. Não perca!

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









3 - Reconhecimento das atividades dos Profissionais Parceiros.


A Lei da parceria entre salões e profissionais de beleza foi uma extensão do reconhecimento das sete profissões da Lei da Parceira, isso foi fundamental para o enobrecimento dos profissionais de beleza. É justamente nesse assunto que este vídeo do Consultor José Miguel Rodrigues da Silva se concentra. Não perca!

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









Afinal, o que realmente é a Lei da Parceria?


Muito se fala no setor de beleza sobre a Lei da Parceria entre Salões e Profissionais de beleza. Mas cabe uma pergunta: Afinal, o que é realmente a Lei da Parceira? Para responder a essa importante pergunta a Beauty Company Contábil buscou um dos especialistas mais renomados desse assunto, não perca!

A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









Empresário e profissional de beleza, saibam disso.


A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









5 - Que tipo de Contrato fala a Lei da Parceria entre Salões e Profissionais?


A Lei da Parceria entre salões e profissionais de beleza, alterou profundamente o setor, trazendo uma nova relação entre os empresários, donos dos estabelecimentos de beleza e os profissionais que desempenham os serviços de beleza, logo, seja você empresário ou profissional do setor de beleza, tem a obrigação de estar adequado aos determinantes da Lei, caso contrário, pode acabar sofrendo sérias e pesadas sanções e penalidades. Livre-se das multas e fique por dentro através dessa série de vídeo-aulas que a BEAUTY COMPANY CONTÁBIL desenvolveu com um dos maiores especialistas no assunto, o Professor, Consultor e Contador José Miguel Rodrigues da Silva.

Resumidamente, José Miguel Rodrigues da Silva é um renomado consultor de importantes empresas, não só do setor de beleza, mas de diversos outros. É Palestrante pela Federação do Comércio e Sindicato Patronal do Rio de Janeiro, já tendo participado de mais de 50 eventos sobre esse assunto. É Professor Universitário, Mestrado e pós graduação, já tendo atuado em renomadas universidades, dentre elas UERJ, Mackenzie, IBMEC e IAG/PUC. É Palestrante e Professor com atuação no CRC/RJ - Conselho Regional do Rio de Janeiro, IBEF - Instituto Brasileiro de Formação em Finanças, ESA/OAB - Escola Superior de Advocacia da OAB/Rio, SEBRAE, SESCON, SINDICONT e Outras instituições. É coordenador de pós-graduação; Sócio da JMR Consultoria Tributária e Contabilidade, Contador.
Mestre em Ciências Contábeis pela UERJ; Pós-graduado em Administração Financeira - FGV; Pós-graduado em Direito tributário; Especialização em Fluxo de Caixa empresarial - FGV; Especialização em Orçamento Empresarial - FGV; Diversos cursos - IBMEC, trabalhos expostos em Congressos Nacionais e Internacionais.









O momento do reconhecimento da receita segundo as normas brasileiras de contabilidade baseadas nos I


Falamos resumidamente, nesse vídeo, sobre o CPC 30, o qual, nos traz o momento do reconhecimento da receita segundo as normas brasileiras de contabilidade baseadas nos IFRS









Lei 12.973 parte 1 de 2 - CRC/RJ


Vídeo 1 de 2.

Apresentação da Lei 12.973/14 que determina a obrigatoriedade da adequação da escrita e Demonstrações contábeis ao padrão dos IFRS.









Lei 12.973 parte 2 de 2 - CRC/RJ


Vídeo 2 de 2.

Apresentação da Lei 12.973/14 que determina a obrigatoriedade da adequação da escrita e Demonstrações contábeis ao padrão dos IFRS.









Simples Nacional - Forum SPED


Fórum Sped - Painel 4: Simples Nacional - com José Miguel Rodrigues

O Fórum Sped foi um grande evento realizado pelo CRCRJ nos dias 24 e 25 de novembro de 2016. Com um total de 20 palestrantes divididos em 4 painéis, neste vídeo você confere a apresentação do professor José Miguel Rodrigues, sobre o novo Simples Nacional e o parcelamento.









IFRS em Pequenas e Médias Empresas


QUARTA DO CONHECIMENTO 18ª edição

Aplicação das IFRS em Pequenas e Médias Empresas









Simples Nacional


QUARTA DO CONHECIMENTO 16ª e 17ª edição
Simples Nacional









O Médico e seu Imposto de Renda


Diante da complexidade da apuração do Imposto de Renda do médico. Resolvemos editar a Palestra proferida por quatro anos no CRM/RJ.









Qualificação é o caminho para vencer desafios dos escritórios contábeis


Entrevista no canal Contabilidade na TV na 57ª CONCERJ









Vídeo 1 de 5 - Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


Primeira parte da palestra sobre Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário, proferida no 1º CONAPROCONT. Vídeo 1 de 5









Vídeo 2 de 5 - Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


Vídeo 2 de 5 da palestra proferida no CONAPROCONT. Nessa parte falo da Planilha de simulação que faz os cálculos comparativos entre os regimes tributários existentes. também falo sobre o Planejamento Tributário nas Retenções tributárias na fonte.









Vídeo 3 de 5 - Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


Vídeo 3 de 5 da palestra proferida no CONAPROCONT. Um dos assuntos mais comentados no planejamento tributário, a comparação entre ICMS e ISS, também apresento o impacto que a importância da boa estrutura das relações comerciais pode causar.









Vídeo 4 de 5 - Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


Vídeo 4 de 5 da palestra proferida no CONAPROCONT. Dois assuntos muito importantes: A escala de comprovação da incidência tributária e a tributação sobre a remuneração dos sócios.









Vídeo 5 de 5 - Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário


Vídeo 5 de 5 - Administração Tributária Estratégica voltada para o Planejamento Tributário. Planejamento Tributário com Leasing Financeiro de um ativo.









Palestra - Exclusão do Simples Nacional proferida no SINDILOJAS/RJ


Palestra - Exclusão do Simples Nacional proferida no SINDILOJAS/RJ, Preocupação e cuidados necessários. Com consultor e professor José Miguel Rodrigues da Silva e Diogo Santesso.









Aula 1 Apresentação da Série Dicas de última Hora para a Prova do CFC


Série de aulas para preparação da Prova de suficiência do CFC. Conjunto de dicas de última hora voltadas para mostrar alguns "macetes", bem como, algumas "pegadinhas" existentes nas provas. Esta é a Aula 1 que apresenta a série de aulas.













Quer conhecer mais sobre as nossas palestras, cursos e serviços?